Secretário-geral da Cruz Vermelha é baleado no Guarujá

Por george.ferreira

O secretário-geral da Cruz Vermelha em São Paulo foi baleado na terça-feira no Guarujá, litoral de São Paulo. Fernando Ricardo Garzon foi abordado por criminosos enquanto circulava de carro pelo bairro Santa Clara.

Ao parar para pedir informações, os assaltantes anunciaram o roubo. Um tiro foi disparado e atingiu a vítima no abdômen e no braço esquerdo.

Garzon foi levado ao pronto socorro do Guarujá e transferido, na sequência, para São Paulo, onde foi operado nesta manhã. “Ele está estável, embora tenha tido várias lesões, ferimentos por armas de fogo, não chegou a atingir órgãos vitais”, disse, à Rádio Bandeirantes, Rubens Magri, diretor-técnico do hospital dos defeitos da face da Cruz Vermelha.

Ele será liberado após a realização de ressonância magnética e de avaliação do movimento do braço esquerdo, segundo Magri. A esposa, que acompanhava Garzon, não foi ferida fisicamente no assalto.

A polícia procura pistas dos bandidos que atiraram contra o secretário.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo