Suspensão de licitação é corriqueira, diz prefeitura de SP

Por BAND

A prefeitura de São Paulo classificou como corriqueira a decisão do TCM-SP (Tribunal de Contas do Município de São Paulo) de suspender a licitação para os corredores de ônibus. Em nota, a administração municipal afirmou que a medida já foi tomada anteriormente pelo menos em duas questões – em relação à licitação de uniformes escolares e contrato de auditoria de transporte coletivo.

Nesta terça-feira, o TCM suspendeu para os próximos três anos a obra orçada em quase R$ 5 bilhões, um dos principais projetos de Fernando Haddad.

O tribunal considerou que faltam informações de requisitos básicos como: dinheiro para as obras e o projeto de engenharia e urbanismo. O TCM deu prazo de 15 dias para a Prefeitura responder.

O argumento da administração é que e os recursos são federais, provenientes do PAC Mobilidade, e que existe projeto básico de engenharia e urbanismo.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo