Grupo depreda ônibus durante protesto na zona norte de São Paulo

Por fabiosaraiva
Carcaça do ônibus incendiado na zona leste |Reginaldo Castro/Folhapress Carcaça do ônibus incendiado na zona leste |Reginaldo Castro/Folhapress

Moradores da Brasilândia, na zona norte, depredaram um ônibus na tarde desta segunda-feira em protesto contra a morte de um homem pela PM (Polícia Militar) durante a madrugada. O coletivo teve os vidros apedrejados, mas ninguém ficou ferido.

Um outro ônibus foi destruído na avenida Doutor Guilherme de Abreu Sodré, na zona leste, na noite de domingo.

Cerca de 10 jovens deram sinal para o coletivo. Quando o veículo parou, eles jogaram pedras nos vidros e na lataria e, em seguida, colocaram fogo no veículo. O motorista e os passageiros conseguiram escapar.

Segundo a PM (Polícia Militar), após o fogo ser controlado, moradores da região dispararam rojões contra as viaturas da polícia. Bombas de efeito moral foram usadas para conter a ação. Um homem de 31 anos foi detido. A polícia não sabe  o motivo do protesto, mas informou que, no dia 2, um policial foi morto próximo ao local, após uma perseguição.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo