EUA registram temperaturas mais baixas em 20 anos

Por fabiosaraiva
Homem passa ao largo do lago Michigan, em Chicago, muito atingida por baixas temperaturas | Jim Young/Reuters Homem passa ao largo do lago Michigan, em Chicago, muito atingida por baixas temperaturas | Jim Young/Reuters

Uma frente fria do Ártico varreu nesta segunda-feira a região central dos Estados Unidos, resultando nas mais baixas temperaturas em duas décadas, o que obrigou empresas e escolas a fechar e causou atrasos generalizados de companhias aéreas e condições de tráfego perigosas.

Abrigos para os sem teto foram surpreendidos e a produção de petróleo poderia chegar a um impasse com o frio intenso, descrito por alguns meteorologistas como “vórtice polar” e apelidado pela mídia como “porco polar”, levou as temperaturas para -18o C em locais como Chicago, St. Louis e Indianapolis.

As temperaturas se igualaram ou superaram as registradas em algumas partes do mundo, como Almaty, no Cazaquistão, onde foi registrado -19o C; Mongólia, com -23o C e Irkutsk, na Sibéria, com – 31o C.

A massa de ar do Ártico vai bater os dois terços orientais do país até o meio de semana, disse o Serviço Meteorológico Nacional.

O frio extremo pode provocar queimaduras ou hipotermia em menos de cinco ou 10 minutos.

 

20140107_SP10_minneapolis

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo