Prefeitura de SP adia decisão sobre táxis nos corredores de ônibus

Por george.ferreira

A prefeitura de São Paulo adiou para janeiro a decisão sobre a restrição do uso dos corredores de ônibus por táxis com passageiros.

Na manhã desta segunda-feira, taxistas fizeram um protesto e saíram em carreata pela avenida Moreira Guimarães, na região do Aeroporto de Congonhas, zona sul.

O ato foi contra a proibição do tráfego nas faixas exclusivas de ônibus. A PM e a CET acompanham a manifestação.

De acordo com o secretário de Transportes, Jilmar Tatto, a escolha será feita visando “melhorar a fluidez no trânsito”.

O desejo da prefeitura de impedir que os táxis trafeguem pelos corredores surgiu de um pedido de explicações do MP (Ministério Público). Segundo Tatto, os promotores queriam saber por que a velocidade nas faixas de ônibus (que fica à direita nas vias) é de 20 km/h e no corredor (à esquerda), de 16km/h.

“Fizemos esse estudo, três simulações. Uma pela SPTrans [que gerencia o transporte público municipal], pela CET [Companhia de Engenharia de Tráfego] e uma por empresa independente”, disse o secretário em entrevista à Rádio Badeirantes. “Constatamos uma redução de velocidade de 28% em função dos táxis”.

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo