França financiará a construção de linha da CPTM até Cumbica

Por george.ferreira

Alckmin-e-Hollande-_Marco-Ambrosio-FolhapressA França financiará 300 milhões de euros para construção da linha 13 da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos). Ela vai ligar a estação Engenheiro Goulart ao aeroporto de Cumbica, em Guarulhos.

O acordo foi firmando nesta manhã no Palácio dos Bandeirantes entre o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, e o presidente da França, François Hollande. Eles se encontraram por volta das 8h15. “O contrato já está assinado. Essa linha terá estação na Cecap, em Guarulhos, e chega dentro do aeroporto de Guarulhos”, disse o governador.

O canteiro de obras da nova linha da CPTM será instalado no próximo dia 20. A construção da nova via férrea deve durar um ano e meio e ficar pronta para uso do público no segundo semestre de 2015.

Também foi feito um acordo na área ambiental para tratamento de esgoto. O governo paulista pretende usar a experiência do francês com o Rio Sena para tentar despoluir o Tietê.

Em quatro décadas, mais de 30 espécies de peixes voltaram a povoar o Sena. A meta é que, até 2015, o Tietê esteja completamente despoluído. Em São Paulo, a expectativa otimista é chegar a este patamar em 2020.

Com Dilma
Após o compromisso no Bandeirantes, Hollande se encontra com a presidente Dilma Rousseff na sede da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo). Eles firmam acordos de tecnologia e pactos nesse encontro econômico. Este é o segundo dia de visitas do mandatário francês ao Brasil.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo