Motociclista mantém a rotina após assalto em São Paulo

Por Tercio Braga

O motociclista que gravou, por meio de uma câmera acoplada no capacete, um assalto, em outubro deste ano, manteve a rotina após o caso.

Em entrevista ao Brasil Urgente, ele relembra o roubo que acabou com um bandido ferido por um policial que estava em um carro. “No momento me senti impotente”, afirmou.

Hoje, um dia após a prisão do segundo assaltante que o abordou há dois meses, ele fica feliz com a notícia: “É gratificante”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo