Estudo da prefeitura quer corredor só para ônibus

Por Carolina Santos

Estudo feito pela Secretaria dos Transportes concluiu que os táxis têm impacto negativo nos corredores de ônibus e propõe que esse tipo de veículo não possa mais circular nas vias exclusivas.

Se a medida for adotada, os táxis ficarão limitados a circular apenas nas pistas destinadas a veículos comuns, uma vez que já são proibidos de rodar nas faixas exclusivas, à direita, sob pena de multa de R$ 53,20. Hoje, eles conseguem escapar dos engarrafamentos utilizando os corredores.

O mapeamento foi feito entre setembro e dezembro nos corredores Campo Limpo/Rebouças, Lapa/Pirituba e Santo Amaro/Nove de Julho. No total, a cidade tem nove corredores de ônibus, totalizando 101 km.

Segundo o documento, que foi elaborado a pedido do promotor Maurício Ribeiro Lopes e entregue ontem à Promotoria, a velocidade dos coletivos cai em média 25% com os táxis na via. Em alguns casos, os ônibus não ultrapassam 6 km/h, velocidade de uma pessoa a pé.

O estudo afirma, ainda, que menos de 1% dos passageiros transportados no corredor usam táxi.

O estudo também propõe a revogação da portaria que autoriza a circulação de outros veículos nos corredores durante a madrugada e aos finais de semana.

Anteontem, o secretário dos Transportes, Jilmar Tatto, já havia afirmado que os táxis atrapalham o deslocamento dos ônibus nos corredores exclusivos. “Se você me  perguntar se o táxi atrapalha a fluidez do corredor,  eu digo que sim, atrapalha, assim como tudo o que interfere”, disse Tatto.

Procurado, o Sindicato dos Taxistas não quis se manifestar.

 

arte-onibus-e-taxi-sao-paulo

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo