Chuvas deixam RJ e Baixada Fluminense em estado de alerta

Por george.ferreira

Voltou a chover forte no Rio de Janeiro e na Baixada Fluminense desde a noite desta terça-feira, dia 10. A previsão para esta quarta-feira é de chuva forte, podendo causar alagamentos e deslizamentos isolados. Nesta situação são emitidos boletins de alerta à população.

Leia mais:

Chuva deixa trânsito complicado no Rio de Janeiro nesta quarta

Os bombeiros do Quartel de Nilópolis foram acionados, na manhã desta quarta-feira, para uma ocorrência de desabamento na Rua Sargento Manoel Rodrigues, 1.669, em Cabuis, Nilópolis. Ainda não há informações sobre vítimas.

Em Anchieta, bombeiros do Quartel de Guadalupe foram acionados para uma ocorrência de desabamento na Rua Leni Liberato da Silva, número 50. De acordo com informações dos militares, uma vítima foi socorrida. Bombeiros prosseguem com o trabalho de buscas.

Os bombeiros do Quartel de Realengo foram acionados para uma ocorrência de desabamento na Rua Euclides Roxo, 368, em Realengo. De acordo com os militares, trata-se de uma residência. Ainda não há informações sobre vítimas. Um outro caso de desabamento ocorreu no Morro da Moenda, em Austin, Nova Iguaçu. De acordo com os militares, trata-se de uma residência e uma vítima foi socorrida.

Devido ao elevado índice de acumulado pluviométrico registrado nas últimas horas na zona norte do Rio e em Jacarepaguá, foi acionado, de forma preventiva, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da Prefeitura do Rio.

As sirenes de 43 comunidades foram disparadas a partir das 4h55 e os moradores orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil a se dirigiram aos pontos de apoio distribuídos pelas comunidades.

De acordo com o Alerta Rio, as bacias de Guanabara e Jacarepaguá encontram-se em estágio de Alerta. A bacia de Guanabara, que engloba as áreas do Centro, Zona Norte, ILha do Governador e subúrbios da Central e Leopoldina, também se encontra com alta probabilidade de deslizamento.

Segundo dados do Inea, os rios Pavuna (São João de Meriti) e Botas (Nova Iguacu e Belford Roxo) estõa em alerta máximo para cheias. Já o Rio Sarapuí (Nilópolis, Duque de Caxias e Mesquita) encontra-se em estágio de alerta. Os demais rios da Baixada Fluminense estão em estágio de atenção.

Nesta quarta-feira, a secretaria de estado do Ambiente (SEA) e o Instituto Estadual do Ambiente (Inea) promovem uma intervenção de desassoreamento e dragagem do Rio Botas, em Nova Iguaçu, para evitar enchentes na região.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que, devido ao elevado índice acumulado de chuva registrado na região de Vaz Lobo, foi acionado, de forma preventiva, o Sistema de Alerta e Alarme Comunitário da Prefeitura do Rio. As sirenes da comunidade do Sapê foram disparadas a partir das 4h50 e os moradores, orientados por agentes comunitários e da Defesa Civil, se dirigiram aos seis pontos de apoio distribuídos na comunidade.

Está liberada a pista lateral da Avenida Brasil, no sentido zona oeste, na altura do Caju e também na altura de Manguinhos, no sentido Centro, após ser desfeito bolsão d’água que interrompia o tráfego neste trechos da via. No momento, o trânsito na região segue com retenção nos dois sentidos. Segue interditada a Av. Brasil, em ambos os sentidos, na altura do Trevo das Margaridas devido a um bolsão de água na via. Neste momento, agentes da CET-Rio estão no local e orientam os motoristas, que encontram retenção na via.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que a Radial Oeste está totalmente liberada em ambos os sentidos, após ser desfeito bolsão d’água que interrompia o trânsito na via. Também foi liberada a Rua Radialista Waldir Amaral, no acesso pela Radial Oeste. O tráfego de veículos está normal neste momento.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que está liberada a pista lateral da Av. Brasil, no sentido Zona Oeste, na altura do Caju e também na altura de Manguinhos, no sentido Centro, após ser desfeito bolsão d’água que interrompia o tráfego neste trechos da via. No momento, o trânsito na região segue com retenção nos dois sentidos.

A queda de uma árvore interdita parcialmente a Avenida Pastor Martin Luther King Jr., no sentido Del Castilho, na altura do cruzamento com a Rua Álvaro de Miranda, em Pilares. Trânsito lento na via neste momento.

A Supervia informa que os ramais de Saracuruna e Belford Roxo estão fechados devido às fortes chuvas no município do Rio.

O forte temporal que atinge o Rio de Janeiro está afetando a circulação dos trens da SuperVia. Os ramais de Deodoro e Santa Cruz têm circulação com intervalos irregulares. O ramal Japeri está com a circulação entre as estações Central do Brasil e Austin. O trecho entre Queimados e Paracambi está suspenso devido a uma manifestação de moradores em decorrência dos alagamentos nas proximidades da estação Austin. Os ramais de Saracuruna e Belford Roxo estão com a circulação suspensa.

Por causa das fortes chuvas, a linha 2 do metrô não está operando no trecho entre Pavuna e Colégio. As demais estações do Metrô escontram-se abertas e funcionando. A CCR Barcas informou que eles operam sem alteração na programação, sem atrasos e na velocidade normal.

O aeroporto Santos Dumont está aberto para pousos e decolagens, após chegar a ficar fechado para pousos. O aeroporto do Galeão, também está aberto e opera por instrumentos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo