Chuva no Rio adia devolução do mandato de Jango

Por Carolina Santos
Depois de 37 anos, o ex-presidente João Goulart foi enterrado na sexta-feira, dia 6, com honras de chefe de Estado / Reprodução Depois de 37 anos, o ex-presidente João Goulart foi enterrado na sexta-feira, dia 6, com honras de chefe de Estado / Reprodução

Será na próxima quarta-feira, dia 18, a sessão do Congresso Nacional que devolverá simbolicamente o mandato de presidente da República a João Goulart. Segundo a assessoria de imprensa da presidência do Senado, a sessão até então marcada para esta quarta precisou ser adiada porque a família de Jango não conseguiu embarcar para Brasília devido à forte chuva que atinge o Rio de Janeiro.

Depois de 37 anos, o ex-presidente João Goulart foi enterrado na sexta-feira, dia 6, com honras de chefe de Estado. O novo enterro de Jango, como era conhecido o ex-presidente, ocorreu no município de São Borja, a 630 quilômetros de Porto Alegre, na fronteira do Brasil com a Argentina.

Os restos mortais de Jango foram analisados pelo Instituto Nacional de Criminalística do Departamento de Polícia Federal, depois da exumação no dia 13 de novembro. A análise dos restos mortais dele faz parte da investigação da Comissão Nacional da Verdade sobre a morte do ex-presidente.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo