"Aumento era para ser o dobro", diz Haddad sobre IPTU

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) disse que, se fosse cumprida à risca a lei de 2009, o valor do aumento do IPTU seria quase o dobro. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, Haddad aponta que o aumento máximo para residências será de 14%. A taxa leva em consideração uma inflação de 6%.  “Esse é o valor máximo. 14% [de aumento] real. Em alguns imóveis [o IPTU] vai cair e os isentos permanecem na casa de um milhão. Não é isso que tá sendo dito [pela imprensa]”.

Leia mais:

Fernando Haddad diz que IPTU é como ‘condomínio’ pago à cidade
Veja como foi a primeira votação
Boris: “aumento é um confisco”
Placa em buraco protesta contra IPTU em SP

Segundo Haddad, a proposta original, que seria mais dura, só ficou mais branda por causa da ação dos vereadores da Câmara Municipal. “As mediações que ela fez corrigiram o teto, o que diz respeito às isenções, ao desconto para os aposentados”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo