Polícia suspeita que corpo encontrado seja de marido da policial

Por talita

De acordo com a Polícia Civil, um corpo encontrado no Rio Guandu, em Seropédica, que supostamente seria o de João Rodrigo Silva Santos, marido de PM da UPP do São Carlos, que teve a cabeça deixada dentro de uma mochila, já foi levado para o IML/Centro.

A perícia vai encaminhar o material para o laboratório de DNA, onde será realizado exame comparativo com a cabeça de João Rodrigo, para saber se o corpo é do ex-jogador. O resultado do laudo de DNA tem previsão de 15 a 30 dias.

A polícia não descarta o envolvimento de milicianos no assassinato do comerciante. A Delegacia de Homicídios ouviu na manhã da última terça-feira, dia 30, a soldado da Unidade de Polícia Pacificadora do Morro de São Carlos Geísa Silva, viúva da vítima. De acordo com a Polícia Civil, a perícia foi feita no local e as investigações estão em andamento.

A policial da UPP do São Carlos, encontrou a cabeça do marido dentro de uma mochila, em frente à casa da família, que fica em Realengo, na zona oeste da cidade. A mulher havia ido à delegacia na noite de segunda-feira para registrar o desaparecimento do marido.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo