Haddad nega que esteja perseguindo gestão Kassab

Haddad concedeu entrevista para tratar da prisão de quatro ex-funcionários da prefeitura | Marcelo Camargo/ ABr Haddad concedeu entrevista para tratar da prisão de quatro ex-funcionários da prefeitura | Marcelo Camargo/ ABr

Em coletiva de imprensa na tarde dessa quarta-feira em São Paulo, o prefeito da cidade Fernando Haddad negou que esteja fazendo uma devassa na administração de seu antecessor Gilberto Kassab.

O prefeito comentou a prisão de quatro ex-funcionários da secretária de Finanças do munícipio por envolvimento em um esquema de desvio de recursos do ISS (Imposto Sobre Serviços), que pode ter causado um rombo de até R$ 500 milhões nos cofres públicos.

Leia também:

Controladoria Geral investigou 140 mil servidores da prefeitura 

Servidores da Prefeitura de São Paulo são alvo de ação da polícia

Ex-prefeito Gilberto Kassab diz que Secretaria tinha autonomia

 

Haddad alegou que a operação, conduzida em parceria com o MP (Ministério Público), é resultado da criação da Controladoria Geral do Município que, segundo ele, representa uma mudança de comportamento com relação à corrupção.

 

Loading...
Revisa el siguiente artículo