Cartões do Bilhete Único seguem com problemas nos ônibus

Por george.ferreira
Ouvinte da BandNews FM mostra longas filas para resolver problema do Bilhete Único na Praça da Sé | Ouvinte Carlos Rabelo/BandNews FM Ouvinte da BandNews FM mostra longas filas para resolver problema do Bilhete Único na Praça da Sé | Ouvinte Carlos Rabelo/BandNews FM

Pelo segundo dia, cartões do Bilhete Único de São Paulo apresentam falhas na leitura nas catracas. Hoje, os problemas se concentram nos ônibus, ao contrário de ontem, quando o erro também atingiu o metrô.

A SPTrans – empresa que gerencia o transporte coletivo na capital paulista – pediu para que os usuários do bilhete fossem até sua central, na praça da Sé, para readequá-los. Foi o caso do ouvinte da BandNews FM Carlos Rabelo, mas ele não aguentou a espera na fila. “Pediram para ir à praça da Sé. Em 45 minutos, a fila nem saiu do lugar”, relata Rabelo, que só foi alertado para se dirigir à central depois de ter problemas com o cartão no coletivo, onde não teve a catraca liberada.

“O cartão da gente estava cheio ontem. É um problema deles. Não é um problema nosso”, indigna-se o ouvinte. “Vou tentar ser restituído por uma coisa que já foi paga”.

Informada sobre as denúncias dos ouvintes, a assessoria da SPTrans disse ao Portal da Band que os problemas não existem mais. Os bilhetes que ainda apresentam problemas seriam apenas “rescaldo das falhas de ontem”, acredita o serviço de assessoria de imprensa.

Para resolver o problema, o usuário é obrigado a passar em um dos 14 postos da SPTrans ou realizar uma viagem pelo metrô. Ao fazer isso, o saldo do cartão é reestabelecido.

Ao contrário do que dizem os ouvintes, que relatam longas filas nos postos da SPTrans, a empresa diz que o atendimento é feito de maneira tranquila. “Em apenas 10 segundos, o funcionário resolve o problema [do cartão]”. Segundo a assessoria, as filas do início da manhã foram causadas pelo “desespero” das pessoas.

A respeito dos cobradores que estariam impedindo os usuários com saldo bloqueado a utilizarem os ônibus, a SPTrans informa que a fiscalização foi reforçada para evitar esse percalço. Os passageiros também podem fazer denúncia pelo número 156.

Loading...
Revisa el siguiente artículo