Prefeitura de SP propõe reajuste menor de IPTU a partir de 2015

Por Tercio Braga
Na primeira proposta, o IPTU seria reajustado em 120% nos próximos três anos | Divulgação Na primeira proposta, o IPTU seria reajustado em 120% nos próximos três anos | Divulgação

O secretário de Relações Governamentais de São Paulo, João Antonio, afirmou que a prefeitura propôs à Câmara travas menores para a correção do IPTU, em 2015 e 2016. O texto pode ser votado ainda esta noite na Câmara de Vereadores.

Veja também
Produtos podem subir com reajuste do IPTU, diz Fecomercio

Agora, o governo municipal negocia um aumento máximo de 10% para imóveis residenciais e de 15% para comerciais nesses anos.

A proposta original da Prefeitura de São Paulo previa aumento de 30% para imóveis residenciais e de 45% para comerciais, em 2014. Os vereadores pressionaram para que o impacto fosse menor, e a Prefeitura recuou.

Na quarta-feira, após uma audiência pública na Casa, o secretário de Finanças, Marcos Cruz, disse que seria possível reduzir o reajuste de 20% para residenciais e 35% para comerciais.

Na última noite, a bancada aliada de Haddad adiou a votação do projeto alegando “falta de quórum”. Numa manobra para esvaziar o plenário , vereadores da oposição e alguns dissidentes, como parlamentares do PSD, não registraram presença no plenário.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo