Aumento do IPTU em SP pode prejudicar economia, diz especialista

Por george.ferreira

O projeto do prefeito Fernando Haddad que aumenta o IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano) das residências em até 120%, nos próximos três anos, pode trazer alguns efeitos negativos para São Paulo.

É bem possível que empresários busquem outros locais para instalar fábricas, alerta o presidente do Sindicato da Micro e Pequena Indústria do Estado.

Joseph Couri afirma que a elevação de custos será repassada e terá efeito sobre a inflação. Sob todos os aspectos, segundo o presidente do sindicato, a medida é “brutal” e tira competitividade do setor.

Leia mais:

Câmara de São Paulo volta a discutir IPTU nesta quarta-feira

Lista contra IPTU

Moradores descontentes com a proposta de aumento do IPTU criaram, na internet, um abaixo-assinado repudiando a medida. “Hoje, temos mais de 21 mil assinaturas e pretendemos entregá-las aos vereadores. Não vamos baixar a nossa guarda, não”, afirmou, à Rádio Bandeirantes, o presidente da AME Jardins (Associação dos Moradores do Jardins), Julio Serson.

O grupo – em parceria com outras associações de bairro – também está estruturando ações para entrar na Justiça se a Câmara paulistana aprovar a proposta de aumento. “Já temos um grupo de advogados, liderados por um escritório, que está estudando profundamente o assunto caso a gente não chegue a bom termo”, observou Serson. “Caso o assunto passe na Câmara, vamos entrar com essa ação. Mas ainda tenho esperança que possamos resolver essa questão com bom senso”.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo