Dois são presos após confronto com a polícia em São Paulo

Por Tercio Braga
Carro foi incendiado por manifestantes | Reprodução/ Brasil Urgente Carro foi incendiado por manifestantes | Reprodução/ Brasil Urgente

Manifestantes colocaram fogo em pneus, em três carro e impediram a circulação dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos) entre as estações São Miguel Paulista e Brás, da linha 12-Safira, por conta de uma reintegração de posse na zona Leste de São Paulo. Duas pessoas foram presas após confronto com a polícia.

A reintegração teve início por volta das 7h40 desta segunda-feira, na avenida Doutor Assis Ribeiro, no bairro Vila Nova União. Segundo a CPTM, os manifestantes colocaram fogo em pneus, impedindo a circulação do trem.

A CPTM já acionou a operação Paese. A Polícia Militar está no local e o Helicóptero Águia acompanha a ação sobrevoando a região.

De São Miguel Paulista até Calmon Viana a circulação de trens segue normal. Na estação Brás, o passageiro consegue embarcar nas linhas 10 e 11 da CPTM e no Metrô, sem preocupações.

Reintegração

A juíza Lucilia Alcione Prata, da 1ª Vara Cível do Fórum Regional de São Miguel Paulista, na capital, determinou a reintegração de posse de uma área de 8,5 mil metros quadrados.

A Justiça concedeu a reintegração de posse no dia 11 de setembro e, desde então, a Polícia Militar e os outros órgãos envolvidos no processo realizaram reuniões com representantes dos moradores da área.

O terreno pertence à CDHU (Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano). Segundo a polícia, 400 pessoas ocuparam um terreno no dia 6 de Setembro.

Cerca de 150 moradias foram construídas no local, sendo a maioria barracos de madeira. A maior parte das pessoas, porém, não mora no terreno.

Segundo a CDHU, a área invadida terá destinação social e a desocupação tem como objetivo garantir a conclusão do projeto de urbanização da região. Os locais invadidos serão usados para a construção de praças, ruas e escolas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo