Movimento dos Sem Teto protesta na frente da prefeitura de SP

Por george.ferreira
Manifestantes protestam na calçada contra reintegração | Moacyr Lopes Júnior / Folhapress Manifestantes protestam na calçada contra reintegração | Moacyr Lopes Júnior / Folhapress

Um grupo de 300 pessoas protesta na frente da prefeitura de São Paulo na manhã desta quinta-feira. Eles são integrantes do MTST (Movimento dos Sem Teto) e são contrários ao processo de reintegração de dois terrenos na zona sul.

Os manifestantes representam 1 mil família que vivem nessas duas áreas – no Grajaú e no Campo Limpo -, pertencentes à prefeitura. A reintegração está prevista para os próximos meses

O ato teve caminhada pelo Viaduto do Chá até chegar à sede da administração municipal. No local, houve tumulto, vândalos tentaram chutar as portas da prefeitura. Seguranças, então, colocaram grades para impedir as pessoas de chegarem à entrada do prédio.

Os manifestantes, que vão solicitar uma audiência com a prefeitura, agora estão parados na calçada em frente à sede da administração paulistana.

Estilingues

Parte dos manifestantes que estão na frente da sede da prefeitura de São Paulo usaram paus, alicates e até estilingues para tentar invadir a sede da administração municipal e atacar GCMs (guardas civis metropolitanos).

Cerca de 20 vândalos deixaram o grupo e tentaram entrar no prédio da prefeitura à força. Eles usaram o alicate para cortar as cordas que isolam o edifício. Depois, começaram a chutar e quebrar o vidro das portas, buscando invadir a administração municipal. O grupo também usou estilingues e bolas de gude para atingir um dos guardas. Outros dois GCMs também foram feridos. Um com uma paulada no pescoço, e outro por estilhaços de vidro na mão.

Agora a prefeitura está totalmente isolada, com reforço policial. São cerca de 40 policiais fazendo a proteção do edifício, auxiliados pela Tropa de Choque e pela Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicleta).

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo