Manifestantes protestam no centro do Rio contra leilão do pré-sal

Por Tercio Braga

Manifestantes foras às ruas do centro do Rio de Janeiro, nesta quinta-feira, para protestar contra o leilão do Campo de Libra, o primeiro do pré-sal, marcado para o próximo dia 21. A passeata, que começou na Igreja da Candelária, seguirá pela Avenida Rio Branco até a Cinelândia. O protesto conta com o apoio de diversas categorias, principalmente petroleiros e integrantes da Via Campesina e do Movimento dos Trabalhadores Rurais SemTerra (MST), além de representantes de sindicatos e de estudantes.

Veja também
Exército reforçará segurança no local do leilão do Campo de Libra

O protesto tem o apoio de um caminhão de som e o policiamento é discreto, com poucos policiais militares e alguns agentes da Guarda Municipal, que estão organizando o trânsito.

Contrários ao leilão, os petroleiros entraram em greve ontem (16). Eles querem que o Campo de Libra, uma das principais descobertas de petróleo na história do país, fique apenas em mãos de brasileiros. O leilão será pelo sistema de partilha, e não mais em concessão, o que garante um percentual mínimo de 30% à Petrobras, que será a operadora do campo.

Descoberto em 2010, o Campo de Libra fica na Bacia de Santos, a cerca de 180 quilômetros da costa do Rio de Janeiro, e representa uma área de 1,5 mil quilômetros quadrados dos 149 mil quilômetros quadrados do chamado polígono do pré-sal.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo