Metrô estuda ponte flutuante contra interdição de ciclovia

Ciclistas não querem interdição da ciclovia do rio Pinheiros | Reprodução-Youtube Ciclistas não querem interdição da ciclovia do rio Pinheiros | Reprodução-Youtube

O Metrô estuda a construção de uma ponte flutuante e de uma nova pista para ciclistas no rio Pinheiros, entre as estações Vila Olímpia e Granja Julieta da CPTM.

Segundo a companhia, o objetivo é evitar a interdição de um trecho de 4 km dos 21 km da ciclovia para as obras da linha 17-Ouro.

O projeto prevê a construção de uma ponte flutuante na altura da Usina Elevatória de Traição e de um novo acesso pela ponte João Dias.

A interdição da ciclovia foi anunciada no final de setembro e duraria cerca de dois anos. Mas, após reclamações e protestos de cicloativistas, a Secretaria dos Transportes Metropolitanos suspendeu a medida.

A Pasta se comprometeu a encontrar uma alternativa para manter o espaço.

Segundo a secretaria, além da ponte, outras alternativas serão discutidas com os frequentadores da ciclovia. A interdição segue suspensa até que se encontre uma solução.

A linha 17-Ouro (monotrilho) vai ligar os bairros do Morumbi e do Jabaquara ao aeroporto de Congonhas, na zona sul.

Loading...
Revisa el siguiente artículo