CET cancela multa após denúncia de ouvinte em São Paulo

Por Carolina Santos
Uma falha no sistema do sensor do radar foi identificada pela CET | Reprodução Google Street View Uma falha no sistema do sensor do radar foi identificada pela CET | Reprodução Google Street View

A CET (Companhia de Engenharia de Tráfego) reconheceu um defeito em um radar após a denúncia da Rádio SulAmérica Trânsito. A ouvinte Fernanda recebeu uma multa por trafegar a 162 km/h na Marginal Tietê, em São Paulo, por volta do meio dia de uma terça-feira. Segundo a ouvinte, uma situação distante da realidade para o horário e local.

Fernanda foi até um despachante com o marido e recebeu a orientação de que deveriam ir até o Detran. “Uma pessoa do Detran informou que não tinha como fazer a contestação antes da cobrança. Ela pediu pra gente esperar chegar a cobrança, fazer o pagamento para depois entrar com a contestação”, explicou a ouvinte.  “Depois, a mesma pessoa fez a orientação para a gente procurar o CET e verificar o extrato dessa data do radar da identificação”, completou.

Na CET, a mulher teve outro problema, pois ia demorar 40 dias para poder ter acesso ao extrato. “A CET e o Detran mostraram surpresa na hora que viram pelo horário e o local onde recebemos a multa”, disse.

Com isso, Fernanda resolveu procurar ajuda da rádio. O retorno foi mais rápido e uma falha no sistema de sensor do radar foi identificada. A confirmação do cancelamento da multa chegou pouco tempo depois.

Por nota, a CET informou que “a empresa responsável pelo aparelho, alegou que, devido a um problema ocasionado nos sensores instalados na via, houve uma interferência na velocidade aferida”.

Loading...
Revisa el siguiente artículo