Proposta de Haddad prevê prédios mais altos na Lapa

Por Carolina Santos
Prédios na rua Guaicurus | Reprodução/ Google Street View Prédios na rua Guaicurus | Reprodução/ Google Street View

O substitutivo do governo Fernando Haddad (PT) para o projeto da operação Urbana Água Branca autoriza um aumento de 50% no tamanho de imóveis na Lapa e na Barra Funda,  na zona oeste. As unidades passam de 120 m2 para 180 m2. A proposta, que não agrada os moradores desses bairros, ainda prevê um aumento na altura dos edifícios. Na proposta inicial, o gabarito máximo era de 40 metros. Agora, ele chega a 80 metros.

O texto foi discutido ontem durante audiência pública na Câmara Municipal.

Com criticias de vereadores da base de apoio ao prefeito, o projeto eleva de um para dois o número de subsolos nos prédios. A área média das garagens passa de 25 m2 para 30 m2. A proposta de Haddad, que pode ser votada entre hoje e amanhã, eleva de 15% para 20% a reserva para habitações de interesse social.

A previsão é de que a operação leve 60 mil pessoas para a região. A prefeitura estima arrecadar R$ 3 milhões com venda de potencial de construção.

Loading...
Revisa el siguiente artículo