Metrô estuda alternativa para ciclovia do Rio Pinheiros, em SP

Por Tercio Braga
Aproximadamente 10 mil pessoas utilizam a ciclovia  semanalmente | Divulgação/CPTM Aproximadamente 10 mil pessoas utilizam a ciclovia semanalmente | Divulgação/CPTM

O Metrô deve apresentar oficialmente ainda esta semana uma alternativa para o fechamento da ciclovia do Rio Pinheiros entre a Ponte Estaiada e a Estação Granja Julieta da CPTM. No total, quatro quilômetros serão bloqueados por um período de dois anos por causa da construção do monotrilho.

O gerente de Obras da Linha Ouro, Eduardo Curiati, adiantou que o mais provável é a criação de uma via para ciclistas do outro lado do rio, da estação João Dias à Usina de Traição. Entrevistado pelo jornalista Milton Parron no programa “Ciranda da Cidade”, da Band News FM, ele admitiu que foi um erro anunciar a interdição sem avisar os usuários.

Segundo o gerente de Obras da Linha Ouro do Metrô, Eduardo Curiati, a ciclovia deixou de ser apenas uma área de lazer e é utilizada por muitas pessoas como alternativa de transporte.

Loading...
Revisa el siguiente artículo