Delegado descarta pedir prisão

Por george.ferreira

O delegado Rui Pegolo, responsável pela investigação do assassinato do estudante de engenharia da Unicamp Denis Casagrande, de 21 anos, afirmou ontem que, por enquanto, não vai prender a jovem que confessou o homicídio.

Maria Teresa Pelegrino, de 20 anos, confessou o crime na segunda-feira, alegando legítima defesa. Casagrande morreu ao ser esfaqueado na região do tórax, na madrugada de sábado, durante uma festa dentro do campus da universidade.

O namorado de Maria Teresa, Anderson Mamede, de 20 anos, afirmou que Casagrande tentou agarrar Maria à força, e bateu nela. Já um amigo do estudante de engenharia afirmou que a vítima foi agredida por um grupo de jovens.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública, Pegolo  vai apurar melhor as versões antes de pedir um mandato de prisão

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo