Manifestantes começam a liberar vias em SP

Por george.ferreira

Um dos focos de protesto na manhã desta sexta-feira em São Paulo já terminou. Os manifestantes que ocupavam a ponte de Socorro, na zona sul da cidade, já liberaram a via, segundo a Rádio Bandeirantes. Eles haviam se juntado na pista local da Marginal do Pinheiros e na avenida Guarapiranga. O ato é organizado pelo Sindicato dos Metalúrgicos.

Outros protestos acontecem pela capital paulista. No Ipiranga, manifestantes ocupam a faixa da direita da Avenida Almirante Dellamarecom as Juntas Provisórias. Eles seguem em direção a São Caetano.

O grupo da Força Sindical, que antes interditava a rua José Paulino, no Bom Retiro, agora ocupa a calçada do Viaduto Santa Ifigênia.

Veja vídeo do protesto na Marginal Pinheiros:

No Butantã, zona oeste, um grupo de aproximadamente 50 membros do Sindicato dos Trabalhadores da Universidade de São Paulo (Sintusp) ainda interdita a Avenida Afrânio Peixoto, em frente ao Portão 1 da USP, junto à Rua Alvarenga. Mais cedo, alguns membros do grupo atearam fogo em objetos.

As duas manifestações do Centro e do Butantã estão previstas para terminar ao meio-dia.

O trânsito na Ponte das Bandeiras, na zona norte, já foi liberada depois de ficar bloqueada por manifestantes nesta manhã.

Na zona leste, a Rua Pires do Rio também foi liberada, após ficar ocupada junto à Radial Leste por um grupo de moradores que residiam em um terreno desapropriado. Eles arrastaram pedaços de madeira para a pista e atearam fogo. A Guarda Civil e a Defesa Civil acompanharam a ação.

Loading...
Revisa el siguiente artículo