Uruguaio do "Mais Médicos" atende emergência em PE

Por Carolina Santos

Um acidente de moto foi responsável pelo primeiro atendimento feito por um profissional estrangeiro que veio ao Brasil pelo programa “Mais Médicos”. Uma mulher, que ficou ferida no episódio, foi atendida por um médico uruguaio em Vitória de Santo Antão, Pernambuco.

Gonzalo Lacerda Casaman estava almoçando quando ouviu um forte barulho. Uma moto havia atropelado a ambulante Helena Paulina, de 63 anos. Casaman solicitou uma ambulância do SAMU para o resgate e acompanhou o atendimento da vítima no hospital. Em entrevista à Rádio Bandeirantes, ele relatou como foi o atendimento já no hospital:

“Pedi à senhora para ficar tranquila. Ela fez exames básicos para descartar gravidade”. Paulina sofreu escoriações.

O médico não viu nenhuma dificuldade para realizar o atendimento. “A medicina é a mesma em qualquer parte do mundo. O corpo humano é o mesmo aqui e no Japão”, analisa Gonzalo, que irá atuar em Cabo de Santo Agostinho, no mesmo estado.

Agora, ele passa por um curso de três semanas, onde irá ter mais detalhes sobre a legislação brasileira e a língua portuguesa. “O curso é muito bom, o trabalho com livro, cadernos. Aos poucos, fui conhecendo, me familiarizando. E o aprendizado da língua portuguesa é fácil para quem fala a língua hispânica”, conta Gonzalo.

Um dos coordenadores do “Mais Médicos” de Pernambuco, Paulo Cesar Borges observa que, no atendimento à mulher, não houve problema de comunicação. “O espanhol é uma língua muito próxima a nossa. Ele tem uma proximidade com a língua portuguesa. [Os médicos] já tiveram contato com a língua portuguesa”, comenta.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo