Haddad vai mudar regras para fretados

Por Carolina Santos

A prefeitura decidiu alterar as normas em vigor na cidade para circulação de ônibus fretados. Projeto enviado à Câmara Municipal aumenta dos atuais R$ 83,15 para R$ 180 o valor mínimo da multa para quem desrespeita as regras  de restrição. O valor dobra no caso de reincidência.

Os fretados são proibidos de circular em 45 vias do centro expandido das 5h às 21h.

O veículo flagrado prestando serviço sem autorização será autuado em R$ 3,4 mil, além da apreensão do ônibus. As chamadas infrações de natureza gravíssima, que colocam em risco os passageiros, irão resultar em multa de R$ 720.

Se de um lado o texto aumenta o valor das multas, do outro facilita a circulação dos veículos que apenas entram na capital para chegar a outras cidades da Grande São Paulo. De acordo com o texto, eles não precisarão mais da autorização da CET para cruzar as vias.  O projeto também acaba com a exigência de instalação, por parte das empresas de fretamento, de GPS nos veículos.

A prefeitura também irá exigir das empresas uma redução nos níveis de enxofre na composição dos combustíveis utilizados nos ônibus fretados. Com maioria na Casa, o Executivo espera que o texto seja aprovado até o final deste ano.

De acordo com a CET, entre janeiro e julho,  foram aplicadas 7.386 multas em fretados que circulavam em horário ou local não permitido.

Loading...
Revisa el siguiente artículo