Suspeito de matar aluna da Unip é preso

Por Carolina Santos

A polícia prendeu na noite de anteontem um dos suspeitos de matar a estudante Cláudia Roberta Machado Romão, de 29 anos, no Tatuapé, zona leste. Outros dois criminosos que participaram do crime já foram identificados e estão sendo procurados.

Cláudia era do interior do Tocantins e estava em São Paulo havia menos de um ano. Na noite de segunda, ela estava estacionando o carro, na rua José Porfírio de Lima, a duas quadras do campus Tatuapé da Unip, quando foi baleada no peito.

De acordo com o delegado Antônio de Olim, a polícia localizou o suspeito em uma favela na zona leste. Ele resistiu à prisão e foi detido após troca de tiros. Uma arma foi apreendida. Além dos três suspeitos identificados, mais criminosos podem estar envolvidos no crime, segundo Olim.

O caso é investigado como tentativa de roubo. O carro foi encontrado com as portas trancadas, marcha engatada e lanterna ligada. Pelas imagens das câmeras de segurança da rua onde ocorreu o crime é possível ver quando a estudante estaciona o carro. As imagens mostram um suspeito correndo e entrando em um Peugeot escuro, onde havia mais dois homens.

Loading...
Revisa el siguiente artículo