Advogado afirma que loja mudou projeto de prédio que desabou

Por fabiosaraiva

O Magazine Torra Torra teria feito alterações não previstas no projeto original do prédio que desabou na região de São Mateus, na manhã desta terça-feira, causando a morte de seis pessoas. A acusação é do advogado Edilson Carlos dos Santos, que representa o dono do imóvel, Mostafa Abdallah, e foi feita em entrevista à Rádio Bandeirantes.

Segundo ele, o prédio foi entregue há dois dias para a rede, que teria contratado uma empresa de engenharia para instalar uma escada rolante e um elevador. A revelação desmente o que afirma o Torra Torra em nota divulgada mais cedo.

O advogado disse ainda que Mostafa Abdallah está internado em estado de choque.

 

Ouça também

Segundo Edilson Carlos dos Santos, o prédio foi entregue há dois dias para a rede

 

Esclarecimentos

Em nova nota de esclarecimento, a rede Torra Torra confirma a existência de um contrato de locação com o dono do imóvel, Mostafa Abdallah, mas nega que tivesse tomado posse do local.

A rede afirma que a ocupação do imóvel só ocorreria após o término das obras estruturais, sob a supervisão do dono do imóvel, o que ainda não teria acontecido.

Ainda segundo o Torra Torra, a empresa de engenharia contratada pelo magazine – Salvatta Engenharia – foi ao local para realizar estudos sobre a estrutura sem, no entanto, ter feito qualquer intervenção.

 

Obra em situação ilegal

Também em nota, a prefeitura de São Paulo afirma que a obra estava em situação irregular e que a Subprefeitura de São Mateus já tinha emitido duas multas em março por falta de documentação.

 

 

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo