Alckmin sobre cartel: "quanto mais investigação, melhor"

Por Carolina Santos
Alckmin é favorável à investigação sobre cartel | Marcelo Camargo/ABr Alckmin é favorável à investigação sobre cartel | Marcelo Camargo/ABr

O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, afirmou nesta quarta-feira não ver problemas na revisão de contratos atuais com empresas citadas na denúncia da Siemens sobre a formação de cartel no Metrô e na CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

“Revisão de contrato, análise, não tem nenhum problema. Quanto mais investigação tiver, melhor”.

O Ministério Público de Contas quer que pelo menos dez documentos que foram considerados regulares sejam julgados novamente. O órgão, que fiscaliza as decisões do Tribunal de Contas do Estado, quer uma nova análise dos procedimentos, pois considera que houve um fato novo.

Entre os contratos que serão revisados, estão dois relacionados à modernização dos trens da CPTM.

O governador Geraldo Alckmin voltou a defender uma investigação rigorosa, mas pediu cautela. “É preciso ter cuidado para não denegrir pessoas corretas”, afirmou.

A multinacional Siemens denunciou a formação de cartel em licitações da CPTM e do Metrô que incluem as linhas 2-Verde e 5-Lilás. Segundo Geraldo Alckmin, uma das investigações do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) já foi arquivada.

“Foi dito que havia cartel na linha 5 do Metrô. O Cade acaba de publicar o arquivamento devido à insubsistência de indícios da infração à ordem econômica para ensejar a inserção do processo administrativo”, afirmou.

Caso sejam constatadas irregularidades nos contratos atuais com as empresas denunciadas, elas poderão ser suspensas de negócios públicos por até dois anos.

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo