Vizinho planejou morte de casal em Mairinque

Por Carolina Santos

A polícia de Mairinque, no interior de São Paulo, afirmou que um vizinho planejou o latrocínio (roubo seguido de morte) do subcomandante da Guarda Civil Municipal da cidade e da mulher, no início do mês. Até agora, um homem foi preso e um adolescente apreendido. Outros envolvidos no crime estão foragidos. O filho de dez anos, baleado junto aos pais, permanece internado em estado grave.

De acordo com as investigações, os criminosos invadiram a casa atrás de dinheiro. Porém, com medo de serem reconhecidos pelo casa, os bandidos resolveram matar a família. Laércio de Souza Lanes e a mulher dele, Lindalva Prado Lanes, foram mortos em 9 de agosto.

Segundo a polícia, o ex-vizinho – que teria planejado todo o crime – continua desaparecido. Ele era conhecido na região por cometer assaltos e usar drogas.

Investigação

O dinheiro da venda de uma casa do GCM pode ter motivado a morte do casal. O imóvel onde a família morava tinha acabado de ser vendido por cerca de R$ 200 mil. Uma das suspeitas é de que criminosos tenham sido informados sobre o negócio e planejaram um assalto.

Para a polícia, as vítimas conheciam os assassinos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo