Grupo que irá analisar cartel fará primeira reunião nesta semana

Por fabiosaraiva

A comissão criada para acompanhar as investigações das denúncias de formação de cartel em licitações do Metrô e na CPTM fará sua primeira reunião nesta semana.

O grupo, denominado “Movimento TranSParência”, foi criado na última sexta-feira pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB) e é formado por representantes da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) de São Paulo, Transparência Brasil e outras entidades civis.

As irregularidades teriam sido cometidas em 16 licitações e 31 contratos firmados entre 1998 e 2008. A denúncia foi feita pela multinacional Siemens, que forneceu uma série de documentos sobre irregularidades ao CADE (Conselho Administrativo de Defesa Econômica). Em troca, os executivos da empresa ficam livres de punições.

Na última quinta-feira, o MP-SP (Ministério Público de São Paulo) instaurou inquérito criminal específico para apurar o caso. O inquérito se soma a outros 45 que tramitam no MP.

O promotor encarregado do caso, Marcelo Mendroni, disse que as empresas suspeitas de participação nos delitos serão tratadas como organizações criminosas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo