Famílias sofrem com falta de caixões em agências funerárias de SP

O chefe do Serviço Funerário define a situação como catastrófica | Marcelo Camargo/ABr O chefe do Serviço Funerário define a situação como catastrófica | Marcelo Camargo/ABr

Famílias que precisam enterrar seus entes sofrem com um problema em São Paulo: a falta de caixões nas agências funerárias da capital paulista.

Em entrevista à Rádio Bandeirantes, o superintendente do Serviço Funerário de São Paulo, Sérgio Trani, alega “problemas jurídicos” para justificar o fato.

As poucas urnas que “sobraram” são, ou do modelo mais simples, ou do modelo mais caro. E, além da falta de caixões, são comuns esperas de 13 horas para o transporte dos corpos.

Segundo Trani, tudo será normalizado nesta segunda-feira.

Loading...
Revisa el siguiente artículo