Frio recorde já causa queda na safra de grãos no estado do Paraná

O frio recorde na região sul já provocou quebra na safra de trigo do Paraná, o principal produtor do país. Outras culturas também foram prejudicadas pela geada e o consumidor deverá pagar mais caro por alguns produtos.

Depois que o gelo seca, fica o reflexo da geada: plantações completamente secas. No caso do milho, a estimativa é que 25% das lavouras tenham sido atingidas na região norte do Paraná. Para o trigo, o cenário é ainda pior. As perdas podem chegar a 85%. Apesar das plantas ainda verdinhas, é no tato que o produtor mostra o prejuízo.

No caso do café, não é uma questão de aparência. Essa colheita tá garantida, mas a próxima safra está comprometida. As folhas ficaram queimadas pelo frio. Os galhos e o caule começam a morrer e o pé que poderia produzir durante muitos anos é perdido.

Para o consumidor, os prejuízos nas lavouras de trigo e café podem começar a ser sentidos no mês que vem, com o aumento de preço dos produtos e derivados. As plantações de soja no Centro-sul se salvaram da onda de frio, porque o plantio só começa em outubro.

Loading...
Revisa el siguiente artículo