Começa júri de motoboy acusado de matar cunhada em São Paulo

Por Carolina Santos

Teve início ontem, no Fórum da Barra Funda, o julgamento do motoboy Sandro Dota, acusado de matar a cunhada, Bianca Ribeiro Consoli, de 19 anos. O crime aconteceu em setembro de 2011 na casa em que a jovem vivia, na zona leste. Segundo a Promotoria, Dota a matou porque ela se recusou a manter relações sexuais com ele.

A primeira testemunha a depor foi a mãe da jovem, Marta Maria Consoli. Ela afirmou que  passou a desconfiar dele como autor do crime apenas após os laudos periciais. O exame de DNA confirmou que o material encontrado sob as unhas da vítimas era de Dota.

Ele está preso desde 2011, mas nega ser o autor do crime. Outras 18 testemunhas serão ouvidas.

Loading...
Revisa el siguiente artículo