Cães tem mais chance de pegar doença do carrapato no calor

Por Metro Jornal

Nos dias mais quentes, os cães ficam mais agitados e adoram correr e brincar ao ar livre nos parques da cidade, na grama, entre as árvores e, se tiver um pouco de água para se refrescarem, mais ainda.

Mas também é nesta época que os cães  mais sofrem com a doença do carrapato, que como o próprio nome diz, vem da picada de carrapatos, que também se proliferam mais rapidamente com o calor.

A doença do carrapato é o nome comum para duas doenças transmitidas pelo parasita, a erliquiose e a babesiose.

As duas infecções atacam as células de defesa do cachorro e podem afetar pulmão, rins e fígado, levando o pet até mesmo à morte.

Os sintomas da doença aparecem entre 8 a 20 dias depois do contágio e tem como principais sintomas:

1 – Pontos vermelhos no abdômen, gengiva e olhos do cão

2 – Hematomas

3 – Apatia

4 – Perda de peso

5 – Sangramento pelo nariz, na urina e nas fezes.

Na fase mais crônica da doença, os cães tem olhos vermelhos, febre, anorexia, artrite e convulsões.

doença carrapato Reprodução

Se achar carrapatos em seu cãozinho e ele possuir qualquer um desses sintomas, corra imediatamente para um veterinário. E lembre-se: o tempo está contra você!

LEIA TAMBÉM:
Dona escreve obituário para o Golden retriever Charlie, seu melhor amigo

O tratamento é feito a base de antibióticos, que podem ser prescritos por até 30 dias, dependo do estágio da doença. Em estágios mais avançados pode ser preciso até fazer transfusão de sangue.

A melhor maneira de prevenir a doença é evitar locais que possam ter carrapatos, manter seu cachorro sempre vacinado, dar banhos periódicos e usar rigorosamente produtos contra pulgas e carrapatos, geralmente aplicados uma vez por mês.

Loading...
Revisa el siguiente artículo