Como no chocolate amargo: cientistas criam chocolate ao leite com propriedades benéficas à saúde

Por Brenno Quadros

Por anos, ouvimos falar dos inúmeros benefícios do chocolate amargo para a saúde, mas isso não impediu que o seu irmão mais doce e popular, o chocolate ao leite, assumisse o protagonismo no mercado. Mas agora os cientistas descobriram uma maneira de enriquecer o chocolate ao leite com os antioxidantes benéficos mais associados à variedade escura.

Segundo o portal Metro do Reino Unido, o chocolate amargo tem altos níveis de compostos fenólicos, que supostamente possuem propriedades anti-inflamatórias. Isso poderia diminuir o risco de doenças cardiovasculares e outras doenças (e que também são a razão por trás de seu sabor amargo).

No entanto, pesquisadores que trabalham para o governo dos Estados Unidos descobriram como incorporar esses benefícios ao chocolate ao leite adicionando extrato de pele de amendoim – um produto que geralmente sobra quando a manteiga de amendoim e os doces são feitos. Isso significa que as pessoas agora podem desfrutar do sabor doce do chocolate ao leite, mas com os benefícios adicionais.

choc 2 Reprodução / Pexels / Andrea Piacquadio

Os pesquisadores descobriram que o extrato de casca de amendoim aumenta os níveis de antioxidantes, mantendo o sabor doce e a textura cremosa do chocolate. O produto final, portanto, tem o mesmo sabor do chocolate ao leite; logo, nenhum sabor é sacrificado no processo.

Lisa Dean, tecnóloga de alimentos do Serviço de Pesquisa Agrícola dos EUA, afirma: ‘Poderíamos usar nosso ingrediente para fazer chocolate ao leite com o mesmo nível de antioxidantes do chocolate amargo, sem ser amargo e duro como o chocolate amargo. ‘Se você é um consumidor médio e não tem um alto senso de amargor, como encontrado em “super provadores ”, você deve ser capaz de consumir o chocolate ao leite tratado e não encontrar a diferença. Eles também não tem uma aparência diferente."

Lisa e sua equipe pegaram as cascas vermelhas que circundam os grãos de amendoim e as transformaram em pó antes de extrair os compostos fenólicos. Este pó foi então combinado com o aditivo alimentar maltodextrina para torná-lo mais fácil de ser incorporado ao produto final. Os pesquisadores então testaram sua formulação de chocolate em um painel que provou várias versões do chocolate com diferentes quantidades de compostos fenólicos.

Eles descobriram que o chocolate com 8% de compostos fenólicos tinha o melhor equilíbrio de sabor e textura. Lisa Dean também identificou que as alergias ao amendoim podem ser uma preocupação para as pessoas, então sua equipe testou a presença de alérgenos, mas não encontrou nenhum no chocolate. No entanto, eles enfatizaram que os produtos que contêm o pó virão com um aviso."

Loading...
Revisa el siguiente artículo