Dançar na hora do parto pode auxiliar grávida a relaxar

Movimentar o corpo também pode ajudar na dilatação e no encaixe do bebê

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

Uma mulher grávida, já na maternidade, dançando antes de dar à luz. Essa cena é retratada em milhares de vídeos que fazem sucesso nas redes sociais. Mas afinal, dançar na hora do parto traz algum benefício para a gestante? Segundo especialistas, a resposta é sim.

Em entrevista à TV Globo, a médica obstetra Camila Sotero explicou como isso acontece. “Nas pacientes que já estão em trabalho de parto, toda essa movimentação ajuda o quadril, ajuda no encaixe do bebê, ajuda na dilatação e cria um momento de festa. Isso ajuda fisicamente no trabalho de parto e emocionalmente também”, disse.

Leia também – 4 livros digitais sobre marcos motores nos bebês e sua relação com doenças raras

Camila trabalha na maternidade do Hospital Vasco Lucena, em Recife, que propõe a dança para diminuir a tensão da gestante durante o trabalho de parto. A dança faz parte do Programa de Humanização do Parto da maternidade, com adesão de cerca de 60% das grávidas – e os vídeos gravados no hospital fazem sucesso nas redes sociais.

 

Em meio à pandemia do novo coronavírus, a tensão em relação ao nascimento do bebê pode ficar ainda maior e dançar na hora do parto poderia ajudar a amenizar essas novas preocupações – é claro, nunca descuidando das medidas de prevenção contra a Covid-19. Mas os vídeos de dança na hora do parto não se restringem apenas ao momento de pandemia. Em fevereiro de 2018, o tema ficou em evidência quando a cantora Ivete Sangalo postou um vídeo dançando no hospital às vésperas do parto de suas gêmeas, Helena e Marina.

Leia também – Mensalidade escolar pode subir até 10% caso novo imposto seja aprovado pelo governo

E, nas redes sociais, há milhares de outros vídeos que mostram como a técnica de dançar na hora do parto é democrática, com a música podendo ser dos mais diferentes gêneros: forró, samba, axé, pop, rock, MPB ou o que a gestante desejar.

 

Prometi que iria dançar com ela durante o trabalho de parto !!! Promessa cumprida ! Agradecimentos a nossa câmera girl…

Posted by Fernando Guedes da Cunha on Monday, August 7, 2017

 

A Associação de Ginecologia e Obstetrícia de Pernambuco afirmou à Globo que o ato de dançar na hora do parto é uma conduta individualizada que deve ser pactuada entre o médico e a gestante, que cada mulher responde de uma forma diferente a essa abordagem e que o desejo da mulher deve ser respeitado no momento do parto, sempre com segurança.

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis! 

Loading...
Revisa el siguiente artículo