Estudo diz que mel é melhor para tratar tosses e resfriados do que antibióticos

Por Metro Jornal

O mel é usado há séculos para tratar as mais diversas doenças, principalmente tosse e problemas respiratórios, mas agora cientistas da Universidade de Oxford acreditam que ele pode ser melhor do que os tratamentos convencionais para tosse, nariz entupido e dor de garganta.

Cientistas examinaram bancos de dados de pesquisas anteriores comparando o mel a medicamentos usuais (anti-histamínico, expectorante, antitussígeno e analgésicos) e chegaram à conclusão que o mel foi mais eficaz do que os tratamentos habituais para melhorar os sintomas, especialmente a tosse. Alguns estudos mostraram que os sintomas duraram até dois dias a menos com tratamento com mel.

Os pesquisadores, no entanto, acreditam que são necessários mais estudos para tirar conclusões definitivas sobre o uso do produto como remédio, mas já têm clareza de que é uma alternativa para os médicos no tratamento do trato respiratório superior.

Além de mais eficaz, o mel tem outra vantagem: é menos prejudicial que os remédios tradicionais e evita os danos causados pela resistência microbiana.

O mel, entretanto, não é aconselhado para crianças menores de 1 ano.

Com informações do The Guardian.

Loading...
Revisa el siguiente artículo