Clonagem de WhatsApp já atingiu mais de 3 milhões pessoas apenas em 2020

Por Metro Jornal

Já são mais de 3 milhões as vítimas de clonagem de WhatsApp no Brasil apenas em 2020. O número assustador foi revelado nesta semana pelo dfndr lab, laboratório especializado em segurança digital da PSafe.

O dado faz parte de um novo levantamento realizado pela instituição. No período, julho registrou o menor número de vítimas de clonagem, com 340 mil casos.

De acordo com Emilio Simoni, diretor do dfndr lab, a melhor maneira de combater o crescimento deste golpe é aliando educação à tecnologia.

“A popularidade que este tema ganhou nos últimos tempos ajudou na conscientização e certamente contribuiu para a diminuição no número de vítimas em julho”, detalhou.

“Mas ainda não é o suficiente para o combate efetivo ao golpe, os criminosos estão sempre criando novos maneiras para atrair e enganar vítimas”, complementa Simoni. Confira algumas dicas:

  • Ative a autenticação em dois fatores, disponível no próprio WhatsApp, para aumentar a segurança da conta e evitar clonagens.
  • Utilize soluções de segurança no celular que disponibilizem proteção contra ameaças digitais.
  • Tenha cuidado ao clicar em links compartilhados no app de mensagens ou nas redes sociais.

Com informações da PSafe

LEIA TAMBÉM:

Loading...
Revisa el siguiente artículo