5 dicas sobre a troca de dentes de seu cachorro

Por Metro Jornal

Os cuidados com a dentição dos cães são tão importantes quanto os com a alimentação do pet. É muito comum donos de cachorros mais novos terem dúvidas sobre a troca de dentição do animal ou perda de dentes.

Sim, os cães também trocam de dentes, como nós, humanos, e esse período pode ser um tanto quanto desconfortável para o animal, principalmente quando o dono não tem a mínima ideia do que está acontecendo.

Veja algumas dicas sobre como tratar seu amigo durante a troca de dentes:

1 – Cães menores perdem a primeira dentição mais tarde que os maiores, mas em geral isso ocorre entre o quarto e o sexto mês de vida do animal

2 – A erupção do dente pode causar coceira e desconforto no animal, que podem ser aliviados com ajuda de brinquedos e mordedores específicos

3 – Verifique durante o processo de troca se os dentes estão caindo ou se nascem encavalados aos antigos, o que pode gerar acúmulo de tártaro e infecções mais tarde. Neste caso, procure um veterinário

dentição animal Reprodução

4 – Para saber a diferença entre os dentes decíduos (primeira dentição) e permanentes, basta olhar a cor e a forma. Os dentes menores, mais brancos e pontudos são da primeira dentição. Os permanentes são maiores  e mais amarelados.

5 – É comum que alguns cães, sem querer, acabem engolindo dentes durante essa transição. Como são dentes menores, os dentes da primeira dentição serão eliminados nas fezes sem problemas

E lembre-se, a escovação dos dentes do pet deve ser estimulada desde filhote. Se tiver qualquer problema ou se sentir que seu cãozinho está sofrendo, procure um veterinário para orientá-lo ou, se necessário, medicar seu amiguinho.

Loading...
Revisa el siguiente artículo