Casos de alergia em crianças podem aumentar na quarentena

Ácaros, poeira, fungos e pelos de animais são alguns dos alérgenos presentes dentro de casa

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

Durante a quarentena, com as pessoas ficando em casa o tempo todo, pode haver um aumento dos casos de alergia em crianças. "Apesar do isolamento social, muitas crianças têm apresentado quadros de tosse persistente, espirros, coriza constante, coceira nos olhos e nariz e problemas de pele dentro de casa. Esses são os sintomas comuns de alérgenos internos e os pais devem ficar atentos quanto a sua persistência", afirma a alergista pediatra Pilar Blanco, membro da plataforma Doctoralia. 

Esses quadros de alergia em crianças ocorrem por causa dos alérgenos que existem dentro de casa, como ácaros, fungos, poeira e pelos de animais. Ficando mais tempo em casa, consequentemente as crianças também ficam mais tempo em contato com esses alérgenos. A quarentena também provocou uma ruptura da rotina dos animais de estimação, que podem estar soltando mais pelos neste momento. "Eles também estão ficando mais dentro de casa, por isso, mais estressados e soltando mais pelos, além de irem menos vezes aos petshops para tomarem banho e realizarem a tosa, aumentando a concentração dos alérgenos que esses animais eliminam no ambiente", diz Pilar. 

Leia também – Seu filho se ‘comporta mal’? Ele pode estar querendo lhe dizer algo

O clima também contribui para que haja um aumento de casos de alergia em crianças. "Naturalmente, durante esse período do ano, há aumento dos quadros alérgicos na população. Isso ocorre principalmente pelo clima seco, oscilações bruscas de temperatura e pelo aumento da concentração de alérgenos e poluentes no ar", explica Pilar. "Como estamos todos dentro de casa, devemos redobrar nossa atenção com o ar que respiramos, muitas vezes preso ou impuro devido ao filtro poluído do ar condicionado, favorecendo a proliferação de ácaros e de outros microrganismos", orienta a especialista. 

Para Pilar, é imprescindível que os pais tenham atenção aos cuidados necessários para realizar um controle ambiental de casa que previna o aparecimento ou a exacerbação de doenças alérgicas. Para realizar esse controle, a alergista pediatra fornece as seguintes dicas: 

Leia também – Ensinar a criança a ser cortês e gentil: o exemplo começa pela família

  • Limpar a casa com pano úmido todos os dias, iniciando pelos móveis e posteriormente o chão – caso a pessoa queira usar aspirador de pó, o aparelho deve seguir algumas exigências, como possuir filtro de água ou filtro chamado HEPA (filtros capazes de reter os alérgenos, que são muito pequenos);
  • Utilizar capas antialérgicas em colchões e travesseiros;
  • Lavar cortinas, tapetes, almofadas e mantas a cada 15 dias;
  • Guardar brinquedos e livros em caixas plásticas organizadoras vedadas;
  • Trocar a roupa de cama toda semana;
  • Manter portas e janelas abertas para a ventilação do ambiente e evitar o acúmulo de mofo nos cômodos. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis! 

Loading...
Revisa el siguiente artículo