Tem plantas em casa? Cuidado, algumas são tóxicas para os cães

Por Metro Jornal

O número de casos de intoxicação de cães por plantas é muito maior do que a maioria das pessoas pensa, e o motivo é bastante óbvio: grande parte delas são plantas ornamentais muito comuns em casas e apartamentos brasileiros.

Cachorros mais jovens normalmente são os mais afetados, porque tendem a morder folhas e  caules por curiosidade ou devido à erupção dos dentes. Os casos podem ser graves e levar até a morte.

Por isso, veterinários pedem atenção dos donos de cachorro para sintomas como irritação de língua, boca e garganta, náusea, vômito, diarreia intensa ou com sangue, tremores, convulsão e perda de coordenação.  Todos esses sintomas podem indicar que seu cãozinho sofreu uma intoxicação e, neste caso, é preciso procurar um veterinário com a maior urgência possível.

Veja a lista de plantas tóxicas para cães:

  • Comigo-ninguém-pode (Dieffenbachia spp.)
  • Costela de Adão (Monstera deliciosa)
  • Jiboia (Scindapsus aureus)
  • Espada de São Jorge (Sansevieria trifasciata)
  • Bico de papagaio (Euphorbia pulcherrima)
  • Azaleia (Rhododendron spp.)
  • Filodendro (Philodendron)
  • Folha da fortuna (Kalanchoe spp.)
  • Copo de leite (Zantedeschia aeothiopica)
  • Cheflera (Schefflera arboricola)
  • Primula ou primavera (Primula abconica)

Loading...
Revisa el siguiente artículo