China entra na corrida espacial para Marte

Por Metro Jornal

O lançamento da sonda Tianwen-1 pela China nesta quinta-feira marcou a entrada oficial da China na corrida espacial para Marte.

O foguete chinês foi lançado apenas três dias após os Emirados Árabes Unidos enviarem também sua primeira sonda para o planeta vermelho. Em uma semana, os Estados Unidos também devem lançar sua quinta missão espacial para Marte.

A sonda chinesa deve alcançar o planeta em fevereiro de 2021 e está programada para realizar uma série de análises da atmosfera marciana, da superfície e da estrutura interna do planeta. A missão deve durar cerca de três meses e o módulo tem vida útil de um ano marciano (687 dias terrestres).

O lançamento de três missões com destino a Marte não é coincidência. Este é o período em que Marte está mais próximo da Terra, o que ocorre somente a cada dois anos.

Loading...
Revisa el siguiente artículo