‘Barata gigante’ é descoberta no fundo do mar

Por Metro Jornal

Um isópode gigante, descrito pelos cientistas como uma “imensa barata do mar”, foi descoberto nos mares da indonésia.

Do gênero Bathynomus, o crustáceo pode chegar a 50 cm da cabeça à cauda e vive em profundidades entre 957 e 1.259 metros abaixo do nível do mar, região onde não há mais luz solar.

Eles possuem pernas longas, antenas e olhos grandes para sobreviverem na escuridão e não têm  muitos predadores naturais, daí o motivo de alcançarem tamanhos acima do normal, segundo os cientistas.

Apesar da aparência estranha, esses crustáceos não oferecem riscos.  Eles vivem no fundo do mar e se alimentam exclusivamente de restos de animais mortos.

"Seu tamanho é realmente muito grande e ocupa a segunda maior posição no gênero Bathynomus", disse a pesquisadora Conni Margaretha Sidabalok, do Instituto de Ciências da Indonésia (LIPI).

Loading...
Revisa el siguiente artículo