4 dicas para que os pais tenham mais paciência com as crianças na quarentena

Período de isolamento social pode deixar os pais nervosos e estressados - e há o risco de tudo isso ser descontado nas crianças

Por Heloísa Scognamiglio - Canguru News

Durante a quarentena, as famílias estão com uma nova rotina e com uma convivência intensificada, já que todos estão passando mais tempo em casa. Isso pode levar a momentos de estresse, nos quais os adultos acabam descontando suas frustrações nas crianças. Para que isso não aconteça, Nathalia Pontes, coordenadora de pesquisa e desenvolvimento educacional na PlayKids, elaborou dicas sobre como os pais podem ter mais paciência com os pequenos no período de isolamento social. 

1.Estabeleça limites claros

É preciso que as crianças saibam o que elas podem e não podem fazer. Quando obedecerem, os pais podem usar o reforço positivo, com elogios, por exemplo. Já quando elas desobedecerem, os pais devem deixar isso claro – de forma cordial, mas firme. 

Leia também – Amo os meus filhos, mas não gosto de ser mãe

2.Crianças devem ser tratadas como crianças 

Segundo Nathalia, é comum que a criança seja tratada como um adulto de de vez em quando. Mas a especialista alerta: a criança continua imatura, pois ela está em formação, assimilando muito dos acertos e erros e testando limites. Ela ainda não está completamente formada, o que implica em falhas e na necessidade de muito acompanhamento ao longo do caminho. 

3. Avalie qual é o motivo da impaciência

É importante que os pais reflitam sobre o real motivo da irritação. Um bom começo é analisar quando ela começou: a irritação está ali desde o começo do dia ou teve início depois de algo pontual? Ela foi desencadeada pelo que a criança fez? Dessa forma, é possível lidar com a raiz do problema. 

Leia também – O que a ciência diz sobre os riscos para as crianças na reabertura das escolas

4.Reconheça seus erros

“Permita-se errar e peça desculpas ao seu filho. Isso mostra que você também erra e que falhar faz parte do processo”, declara Nathalia. Ou seja, se os pais agirem de forma incorreta ou perderem a paciência com as crianças, é preciso reconhecer. Nathalia recomenda que os pais assistam à palestra TED da Brené Brown sobre vulnerabilidade, já que ser vulnerável demonstra humanidade e abre espaço para a empatia, características que os pais querem incitar nos pequenos. 

Veja outras dicas sobre como os pais podem ter mais paciência com as crianças na quarentena. 

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis! 

Loading...
Revisa el siguiente artículo