Em tempo de caos, Dior evoca a fantasia em sua coleção de alta costura

Por Nathalia Marques

Entre os dias 6 e 8 de julho ocorreu a primeira edição digital da Semana de Alta Costura, em Paris, com 30 apresentações. Como já esperado, as mudanças provadas pela pandemia refletiram nos conceitos apresentados pelas marcas.

A Dior, por exemplo, evocou a importância da arte para lidar com o caos. Maria Grazi Chiuri, diretora criativa da Dior, utilizou com referência artistas mulheres do movimento surrealista.

“Imagens surrealistas conseguem tornar visível o invisível. Estou interessada no mistério e na magia, que também são uma maneira de exorcizar a incerteza sobre o futuro”, diz Maria Grazia Chiuri sobre sua coleção de alta-costura Outono-Inverno 2020-2021.

A Dior apresentou sua coleção por meio de um fashion filme que contava com designs em manequins de tamanhos reduzidos.

O filme conta com alta produção e, apesar de enaltecer as mulheres artistas, não apresentou nenhuma diversidade racial.

Confira os looks da Dior apresentados na Semana de Alta Costura

Loading...
Revisa el siguiente artículo