São João: para manter a tradição, escolas organizam festas online

Com os eventos virtuais, instituições buscam criar memórias afetivas que possam trazer boas lembranças deste período de quarentena

Por Verônica Fraidenraich – Canguru News

Um dos eventos mais esperados do calendário escolar são as festas de São João. Este ano, por causa da pandemia do coronavírus, os arraiais presenciais não poderão ser realizados mas, para não passar a data em branco, muitas escolas estão promovendo festas juninas online.

Em São Paulo, a escola Aviva Desenvolvimento Infantil fará uma live em seu perfil @naaviva do Instagram, no dia 27. A ideia é reunir as famílias de seus 600 alunos para participar de uma quadrilha, que será guiada por um animador de eventos, e de brincadeiras como correio elegante e  bingo.

“A proposta é relembrar esse momento de socialização com as famílias e deixar o espírito junino tomar conta das casas para dividirmos esta alegria ainda que virtualmente”, explica Roberta de Luca, diretora institucional da escola. Para envolver as crianças na preparação da festa – cada uma em sua casa –, as professoras estão trabalhando a temática junina em projetos virtuais com receitas, músicas e decoração típicas da época.

Leia também: Aniversários virtuais infantis têm recreação, música e até números de mágicas

Colégios tradicionais como o Visconde de Porto Seguro também têm programado uma grande festa para reunir os estudantes dos três câmpus da instituição e da escola da comunidade. Temas como os trajes típicos e a origem das tradições juninas estão sendo trabalhados nas aulas de música, educação física, artes, culinária e história. As crianças também aprenderão a confeccionar instrumentos de sucata, bandeirinhas, lanternas e elementos decorativos para criar o cantinho junino em casa para o dia do evento, que será no sábado, 27. Na festa junina online, haverá quadrilhas em horas distintas de acordo com a série e campus dos alunos. A proposta é que a família prolongue a diversão em casa após o encontro pela internet.

Ja no Rio de Janeiro, o Colégio Pensi, que possui 22 unidades, organizou uma semana junina com atividades direcionadas a cada segmento – educação infantil, anos iniciais e finais do ensino fundamental. Os alunos do terão atividades como o Correio da Amizade, em que trocam mensagens com os amigos e o Concurso  do Rei e da Rainha do Arraiá, que irá escolher os vencedores por meio de fotos e votação via quiz.

Para psicóloga Patrícia Nolêto, esses momentos ajudam as crianças a passar por essa ausência da escola de uma forma mais leve. "Elas não podem ter a vida como era antes, mas têm a possibilidade de conectar memórias afetivas de outras festas com esse novo jeito que vivemos hoje”, diz. Além disso, o fato de participarem de aulas com a temática junina, em que juntos (embora separados) têm de preparar algo para o dia da festa, também é positivo para os alunos. “Esses momentos ajudam a manter o vínculo entre eles ao gerar a ideia de pertencimento: todos continuam fazendo parte do mesmo grupo, da mesma escola, mesmo estando a tanto tempo sem se encontrarem”, ressalta a psicóloga.

Leia também: 3 canais online que ajudam a manter a rotina de exercícios das crianças na quarentena

Quer receber mais conteúdos como esse? Clique aqui para assinar a newsletter da Canguru News. É grátis!

Loading...
Revisa el siguiente artículo