Médicos alertam sobre importância de tratar outras doenças durante a pandemia

Por André Vieira - Metro Jornal

As sociedades de Patologia e de Cirurgia Oncológica informaram mês passado que ao menos 50 mil brasileiros deixaram de ter o câncer diagnosticado desde o início da pandemia da covid-19.

Entre as razões estão a interrupção de consultas e a redução no número de exames e biópsias, que podem ter ficado em segundo plano em função do isolamento social e do temor da população em ir a hospitais nesse momento.

O exemplo reforça o alerta de entidades médicas sobre a necessidade de se procurar atendimento para tratar de outras doenças, mesmo em meio à pandemia.

Segundo a médica e conselheira do Cremesp (Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo), Paula Yoshimura, “esse receio está reduzindo a procura de rotina e até entre as pessoas que têm necessidade de assistência porque precisam de acompanhamento ou em casos de emergência, como em acidentes domésticos, que têm aumentado nessa pandemia”.

As vantagens de se procurar um médico rapidamente são conhecidas: a avaliação precoce favorece a escolha do tratamento adequado e aumenta as chances de cura.

A conselheira do Cremesp lembrou que os pacientes devem evitar a automedicação e reafirmou que os hospitais e clínicas se adaptaram e estão com fluxo separado de pacientes com sintomas da covid-19, além de redobrarem a higienização dos ambientes.

AMBIENTE MAIS SEGURO 

Orientação e procedimentos adotados para atendimentos médicos nesta pandemia

PACIENTES

  • Quando for marcar a consulta, informe se está com algum problema respiratório
  • No descolamento, evite aglomerações e contato com outras pessoas
  • Respeite o horário agendado e só vá com acompanhante se for extremamente necessário
  • Use máscara e higienize as mãos assim que entrar no consultório, lavando-as no banheiro e usando álcool gel
  • Evite usar o celular, interagir com outros pacientes ou tocar em objetos de uso comum

CONSULTÓRIOS

  • Devem agendar as consultas com maior intervalo para evitar aglomerações e cobrar ainda mais a pontualidade dos pacientes
  • Devem criar uma triagem exclusiva para atender pacientes com problemas respiratórios
  • Devem retirar objetos de uso comum das salas de espera, como jornais, revistas e brinquedos
  • Devem oferecer álcool gel e manter os banheiros e as áreas de uso comum sempre higienizadas
  • Se houver necessidade, devem guardar os objetos pessoais dos pacientes sem sacos plásticos durante a permanência no consultório

Não deixe de ir ao médico

  • Para consultas ou terapias em casos de tratamento de doença crônica
  • Em caso de traumas, lesões, acidentes graves ou em pós-operatório
  • Caso haja necessidade de renovar receita para medicamento de uso contínuo

Pode esperar um pouco

  • Pacientes saudáveis que precisam só entregar exames ou fazer check-ups
  • Pacientes com sintomas leves e sem outras doenças
  • Pacientes que podem tirar dúvidas com o médico remotamente
Loading...
Revisa el siguiente artículo