Dicas fáceis para mudar hábitos e aumentar suas defesas

Por Metro Jornal

Quando o inverno se aproxima e os vírus começam a proliferar, é importante cuidar da saúde e fortalecer as defesas. Atualmente, o foco está no novo coronavírus, classificado como uma pandemia pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Primeiro, siga as recomendações de higiene para evitar o contágio:

  • Lave as mãos frequentemente com sabão ou com álcool.
  • Evite saudações e mantenha distância das outras pessoas.
  • Não toque a boca, o nariz nem os olhos.
  • Limpe com um desinfetante superfícies onde você come ou trabalha.

Até o momento, não existe vacina ou tratamento antiviral eficaz para combater o covid-19. Mas, além dessas medidas sanitárias, é indicado estimular o sistema imunológico.

A imunologista Ana María Gallardo explica que as três chaves para melhorar as defesas são dormir bem, administrar o estresse e comer saudável e equilibradamente.

 

Alimentação

Nada melhor do que fortalecer o organismo com alimentos ricos em vitaminas e minerais, como frutas e legumes. Portanto, reduza a ingestão de produtos processados.

“Com uma dieta saudável, com contribuições adequadas de vitaminas como D ou C e de oligoelementos, como zinco ou selênio, não é necessário usar suplementos para manter o sistema imunológico preparado”, explica a imunologista.

“Se você sofre de déficit nutricional ou, por algum motivo, não pode comer adequadamente, é bom tomá-los. Mas o ideal é adquirir esses nutrientes através de uma dieta completa e equilibrada.”

Existem vitaminas que você não pode parar de consumir se quiser ficar protegido. Nesse caso, os nutrientes mais relevantes são:

  • Vitamina D, presente em peixes, laticínios e alguns vegetais.
  • Vitamina C, encontrada em frutas cítricas, como a laranja, e em vegetais como couve-flor, espinafre e pimentão vermelho.
  • Zinco e selênio, obtidos pelo consumo de carne, nozes e laticínios.

 

Repouso

O sono adequado é a base para um organismo saudável. Para melhorar a qualidade do seu descanso, evite o celular antes de dormir, pois a tela emite uma luz que afeta o hormônio responsável pela regulação do sono. Além disso, evite consumir álcool, cafeína e grandes quantidades de alimentos à noite.

 

Tabagismo

Segundo Ana María, ainda não se sabe muito sobre o comportamento do novo vírus em humanos, mas, tomando como exemplo casos semelhantes, o quadro clínico pioraria com o tabagismo. Se você ainda não parou de fumar, essa é a hora.

 

Exercício físico

Ser ativo é sempre bom. A prática de alguma atividade física de intensidade moderada reduz o estresse, ajuda a eliminar toxinas e estimula a circulação sanguínea.

“Sabe-se que o exercício aeróbico praticado regularmente produz um nível mais alto de alerta do sistema imunológico e melhora a capacidade pulmonar das pessoas”, conta a especialista.

 

Hidratação

Beba dois litros de água por dia, especialmente como resposta aos sintomas de uma infecção. Manter o corpo hidratado é essencial para permitir as reações químicas vitais, além de contribuir para a digestão e absorção de nutrientes para as células.

 

Leia também

Coronavírus: este vídeo mostra como o sabão afasta todos os vírus, incluindo o COVID-19

 

Fonte: Nueva Mujer

Conteúdo Patrocinado
Loading...
Revisa el siguiente artículo